Stallone Cobra e a horda do mundo novo

Algo não está funcionando bem na sociedade e uma das formas de perceber isso são os altos índices de criminalidade onde as vítimas são contadas por segundo. Essa história começa quando um motoqueiro armado entra num supermercado e começa a atirar a esmo, matando um cliente e fazendo outros reféns. O local é cercado por policiais e após as tentativas de negociação falharem o departamento de polícia convoca o tenente Marion Cobretti, um membro da divisão de elite conhecida como "Esquadrão Zumbi" - os últimos da fila - os que fazem o que ninguém mais quer fazer - ou não tem coragem para fazer. 
stallonne, cobra, marion cobreti

Cobretti, conhecido pelo nome de código "Cobra", infiltra-se no supermercado, localiza o matador e num diálogo ouve o assassino falar de uma organização conhecida como "O Novo Mundo" - um grupo de radicais supremacistas brancos que desprezam a sociedade moderna e acreditam que a solução dos problemas sociais passa por matar os considerados fracos, deixando apenas os mais fortes e inteligentes para dominar o mundo. 

Cobretti percebe que o malfeitor também carrega uma bomba e que o mesmo fez reféns no supermercado para chamar a atenção da imprensa. Em um dos poucos diálogos, Cobretti diz que não negocia com bandidos, apenas os mata. Diz também que o terrorista não passa de um "cocô" e que Cobretti é a cura para a doença da criminalidade. Entre tiros disparados pelo bandido e ameças de matar os reféns, Cobretti exerce sua função matando o malfeitor antes que ele consiga detonar a bomba. 
Você é a doença e eu sou a cura. 
A forma de atuação de Cobretti não é do agrado de algumas pessoas que acreditam que o correto é prender, julgar e condenar com provas em vez de simplesmente matar o bandido, pois isso poderia ter como efeito a matança desenfreada por parte de justiceiros - o que não é bom para qualquer sociedade. 

A polícia ainda não sabe que esse ataque ao supermercado faz parte de uma série de atos de violência e assassinatos recentes que acontecem na cidade executados pelo mesmo grupo supremacista. Um desses ataques é presenciado por uma modelo chamada de Ingrid Knudsen. Isso a torna o principal alvo da organização. A modelo é colocada sob proteção de Cobretti e seu parceiro, o sargento Tony Gonzales. 

Ocorrem algumas tentativas frustradas de matá-la confirmando as suspeitas de Cobretti de que há um exército de assassinos atuando. Diante dessas tentativas o departamento de polícia concorda que é mais seguro que a moça seja levada para fora da cidade. Gonzales e outra policial chamada de Nancy os acompanham. A tensão de serem caçados por uma horda de bandidos facilita um clima amoroso entre Cobretti e a modelo. 

A policial Nancy - que também faz parte da organização criminosa - revela a localização do paradeiro do casal e vai de encontro aos bandidos. A organização chega ao amanhecer e atacam Cobretti e Ingrid no motel, ferindo Gonzales. Após matar vários bandidos Cobretti e Ingrid escapam em uma caminhonete e são perseguidos ate chegar a uma siderúrgica. Lá ele mata outros bandidos com fogo e tiros até que sobra apenas o chefe da organização criminosa. Um homem que começou a suar no início da história e não parou mais. 

O sujeito diz que Cobretti não pode matá-lo pois seria assassinato e o manda prendê-lo se puder. Marion então diz: 
Aqui a lei pára e eu começo. 
Após um combate corpo a corpo, o chefe da turba é quem se dá mal e acaba empalado por grande gancho e queimado vivo numa fornalha. Em seguida policia chega. Gonzales recebe assistência médica. Um detetive confronta mais uma vez Cobretti sobre sua falta de respeito aos protocolos policiais e acaba levando um soco que não gerou ressentimento. A história termina com Cobretti e Ingrid partindo rumo ao amor em uma das motocicletas deixadas pela organização.

Comentários

++ DA SEMANA

Atos de Vingança - Antonio Banderas

Vingança fatal contra a Yakusa carioca

A Forma da Água - The Shape of Water

Narrativa do filme: Um dia de fúria - parte 2

Narrativa do filme: Um dia de fúria - parte 1

Devemos castigar o filho que pratica bulling?

Jornalista populista é condenado a sentar na graxa

A história do filme Desejo de Matar original

Empreiteiro ajuda malabarista em sinal de trânsito e emociona