Protestai-vos uns aos outros pois é dando que se recebe

Protestai-vos uns aos outros pois é dando que se recebe, é tolerando que se é tolerado e é morrendo que se vive para a vida eterna. Madrugada fria. Um grupo de pessoas se aproxima silenciosamente de um cruzamento localizado na saída da cidade e rapidamente distribui pneus velhos no sentido perpendicular de uma das vias. 
manifestação, protesto
protestar é importante mas nem sempre um ato efetivo.  
Sem perda de tempo o conteúdo de algumas garrafas de álcool é despejado sobre os mesmos e para alegria dos protestantes uma faísca incendeia fazendo surgir uma bela fogueira. Fedida, fumacenta, mas bela à sensibilidade da pele naquela conjuntura. 

Pouco tempo depois o primeiro veículo chega e percebendo a situação manobra rápido e consegue retornar. Em seguida o fluxo de veículos aumenta de forma a impossibilitar esse regresso. Uma enorme fila se forma. Cartazes e faixas reclamam de alguém ou alguma coisa. Um sujeito utiliza um microfone e canta, ao horizonte, uma espécie de jingle bells do inferno, com letras que anunciam uma tempestade iminente. Tambores retumbam mais atrás. 

As pessoas do outro lado, continuam dentro de seus veículos enquanto vários curiosos acompanham ao longe os eventos que se sucedem. Também ao longe se ouve um sonoro "vai trabalhar vagabundo" dito por um transeunte sem ocupação fixa, cuja mãe era conhecida da plebe. Chega a polícia, procura o responsável pela baderna e não encontra. Chama reforço e afasta-se. Um motoqueiro tenta passar por um canto da barreira e é agredido. Ninguém pode passar. Os tambores não param, a cantoria não pára. 

Chega o pelotão de choque com seus cães e começa a tentativa de dispersar a turba com capsulas de gás lacrimogênio, balas de borracha, cassetetes e cães latindo. Avançam em direção ao centro abrindo caminho até o fogo que continua forte e que chacoalha ao vento. Pedras voam para todos os lados. Presos são algemados e conduzidos para longe. Bombeiros chegam junto com ambulâncias que começam a atender os feridos de ambos os lados. O fogo é apagado. O trânsito é liberado e a vida continua.

Comentários

++ DA SEMANA

Atos de Vingança - Antonio Banderas

Vingança fatal contra a Yakusa carioca

A Forma da Água - The Shape of Water

Empreiteiro ajuda malabarista em sinal de trânsito e emociona

Stallone Cobra e a horda do mundo novo

Prefeitura abandona galinhas dos ovos de ouro na rua

Como aumentar os neurônios no cérebro

A história do filme Desejo de Matar original

Devemos castigar o filho que pratica bulling?

Narrativa do filme - Natal em El Caminho