Família vende tudo e aposta na moeda virtual bitcoin

Uma família de baixa renda que vive nos Países Baixos resolveu inovar e apostar tudo o que tinham na moeda virtual Bitcoin. Após noticiarem a façanha no lugarejo onde moravam, o pai passou a dar entrevistas explicando sobre essa nova aventura. Depois de perder ambos os pais, ele e a esposa resolveram chutar o pau da barraca e passaram a viajar pelo mundo junto com as três filhas durante nove meses. 
criptomoeda, bitcoin, blockchain, minimalista

Ao retornar, decidiram chutar o outro pau da barraca e venderam tudo, incluindo uma casa, três carros, uma motocicleta, todos os móveis, roupas. Não sobrou nem os brinquedos das crianças. Toda a renda obtida foi convertida em Bitcoin para que a família pudesse viver a partir da especulação da criptomoeda, já que o valor da Bitcoin tanto sobe quanto desce praticamente todos os dias. 

Despidos de qualquer patrimônio real, a família diz que as pessoas os consideram malucos. 
“Mas nós não somos doidos de pedra, somos uma família aventureira e vamos apostar nessa vida minimalista enquanto der”. 
Além de passar nos trocos os bens caseiros, o pai também vendeu seu negócio onde prestava serviços de guindaste nos Países Baixos. 
“Eu acho que a tecnologia do Blockchain e as criptomoedas estão revolucionando o sistema monetário. Em cinco anos, todos vão dizer: ‘nós poderíamos ter previsto que isso seria uma grande...’. 
Em uma de suas entrevistas o pai de família diz que optou pela Bitcoin porque qualquer um pode sentar na graxa se investir em outros meios gerenciados por instituições financeiras tradicionais. Segundo ele, praticamente não se ganha juros nenhum em cima dos seus investimentos e, na verdade, é preciso pagar simplesmente para ter uma conta. 
“Bancos não fazem um bom trabalho, bicho. As coisas têm ficado tão ruins que você praticamente não ganha juros nenhum em cima dos seus investimentos e, na verdade, é preciso pagar simplesmente para ter uma conta. Aqui na Holanda ou na Alemanha, as coisas ainda estão indo bem por enquanto, mas a coisa despenca bastante nos Países Baixos. Em todos esses países o dinheiro não vale mais nada.” 
explicou.

Comentários

++ DA SEMANA

Movimento ético quer receber sem doar

Homem na lua, Terra plana e reformas

Não perca as promoções da Black Friday