Tiroteio entre professores e alunos na escola

A situação continua tensa aqui em frente à escola estadual Uma Nova Esperança. Há cerca de duas horas a polícia foi acionada por causa de uma intensa troca de tiros que passou a ocorrer entre estudantes da turma do terceiro ano e professores no interior de um dos prédios do anexo 23. 
escola, alunos, professores, estudos, educação
violência escolar

Ainda não se tem notícias sobre a existência de vitimas fatais e nem sobre os motivos que teriam desencadeado o início do conflito armado mas especula-se que a causa mais provável seja um acerto de contas entre estudantes que divergiram da nota recebida na última prova do trimestre. 

A polícia até agora limitou-se a cercar a área enquanto aguarda a chegada do pelotão de choque para enfim tomar uma medida mais ofensiva visto que os disparos de arma de fogo de ambos os lados ainda ocorrem, embora com menos intensidade em relação ao início. 

Conforme já havíamos noticiado anteriormente, esse é o segundo episódio ocorrido este ano na cidade de Rincão da Caneleira, distrito recém emancipado de Cerro Vermelho. O incidente anterior aconteceu há cerca de dois meses na escola Aparecida e teve como resultado cinco mortes sendo três alunos e dois professores, além de outras doze pessoas baleadas, incluindo alguns pais, avós e tios, que conseguiram sobreviver. 

De acordo com o diretor da escola Uma Nova Esperança essa é a primeira vez que o conflito utiliza armas de fogo. Até então era normal o uso de porretes e facas, além das antigas ameaças e as corriqueiras agressões verbais. 

Comentários

++ DA SEMANA

Família vende tudo e aposta na moeda virtual bitcoin

Índice de Confiança no Futuro Incerto é divulgado

Uma terra violenta com pessoas violentas